Sign In

​​​​​Telecomunicações e Automação


1. Telecomunicações
O Sistema de Telecomunicações da Chesf atende às necessidades de comunicação empresarial, envolvendo tanto a gestão técnica-operacional do sistema eletroenergético quanto a gestão corporativa. Um sistema totalmente integrado através de estações de telecomunicações situadas em todas as localidades operacionais, sejam elas subestações, usinas ou centros de controle, além de escritórios e centros administrativos, permitindo a supervisão, controle e gerenciamento das instalações, além da utilização de aplicativos específicos dos diferentes sistemas organizacionais, através de diversos serviços e facilidades, tais como: 
  • Intercâmbio de informações de voz à longa distância;
  • Telefonia sem fio (do tipo wireless) privada nas suas instalações;
  • Supervisão, controle e comando das subestações e usinas, através da transmissão de sinais de informação;
  • Teleproteção das linhas de transmissão de energia elétrica, tanto na classe de tensão de 500 kV como na de 230 kV;
  • Suporte à transmissão de dados associados aos diversos aplicativos computacionais de caráter operacional ou corporativo;
  • Supervisão de imagens, através de circuitos fechados de TV;
  • Sistema privado de videoconferência em diversas localidades, com possibilidade de conexões externas.

Características do Sistema de Telecomunicações 
  • Aproximadamente 10.000 km de cabos ópticos do tipo OPGW (Optical Ground Wire) em operação, próprios ou em parcerias com terceiros, suportando capacidades de transmissão de até 100Gbits em tecnologia DWDM e OTN (Rede de Transmissão Óptica), bem como de 622/155 Mbits/s em tecnologia SDH (Hierarquia Digital Síncrona);
  • Rotas via rádio enlaces digitais atingindo uma extensão de aproximadamente 2.000km;
  • Mais de 160 pontos de presença no nordeste;
  • A rede de telefonia privada atende a todas as instalações, com mais de 6.000 ramais de acesso implantados;
  • A rede de longa distância (WAN) tem pontos de presença em todas as instalações de interesse operacional ou administrativo;

Desempenho do Sistema
A excelência de desempenho dos serviços de Telecomunicações para as aplicações operacionais é uma exigência regulamentar, estabelecida nos Procedimentos de Rede do ONS. Isto se traduz em um indicador de disponibilidade mínimo de 99,98% para as aplicações operacionais de telefonia e transmissão de dados observado ao longo dos últimos anos.
 

2. Proteção e Automação
Os Sistemas de Proteção e Automação têm o compromisso de permitir que máquinas e processos sejam controlados por meio de dispositivos eletro-eletrônicos, dispositivos lógicos ou micro processados, dispensando a interferência do homem. A Chesf vem desenvolvendo um trabalho de modernização nos Sistemas de Proteção e Automação de suas subestações e usinas, utilizando recursos de vanguarda, com tecnologia digital, garantindo maior robustez e segurança ao desempenho da operação e manutenção do seu sistema de transmissão de energia.

Com 137 subestações em operação, a Chesf possui mais de 12.700 dispositivos ajustáveis de proteção e controle, provendo aproximadamente 225.000  sinais analógicos e digitais de supervisão e de telecomando, nos Centros de Controle da Operação.

Os Sistemas de Proteção e Automação da Chesf, que utilizam tecnologia de ponta, desenvolvida pelas melhores empresas fabricantes do setor elétrico, vêm sendo constantemente renovados e ampliados, podendo ser traduzidos pelos seguintes números:

O Desempenho observado em todo o complexo do Sistema de Proteção e Automação da Chesf é comparado aos melhores do setor elétrico nacional buscando sempre atender aos procedimentos definidos pelos agentes reguladores.


​Data de Atualização: 18/05/2022